Que nem Gabigol, Assis diz que fez 400 “gols de placa”

No lançamento da CEASA, prefeito comemorou 400 gols e ações enumerados em placas; “são gols em favor duma cidade que nunca viu tanto em tão pouco tempo”

Imitando gesto do ídolo do Flamengo, Assis Ramos diz que se sente desafiado a chegar às 600 placas de obas e ações; “o inimigo critica, mas não vem ver a gente balançar as redes”- disse.

Para um público de cerca de 500 pessoas, o prefeito Assis Ramos apresentou, nesta quarta-feira, 6, o canteiro de construção da Central de Abastecimento de Imperatriz, CEASA, obra iniciada com recursos do Governo Federal por meio de emenda de autoria do senador Roberto Rocha, PSDB. O prazo de conclusão é de 6 meses, “e os benefícios são inúmeros, porque incentiva e profissionaliza a produção; promove o intercâmbio de fornecedores, estimulando a concorrência sadia, e traz renda e emprego para a cidade”- enumerou Ramos.

A Ceasa ficará em terreno doado pelo empresário Robson Pereira, de 80 mil metros quadrados, a uns duzentos metros da margem direita da Belém-Brasília, à altura do Posto Fiscal do Estado na saída rumo ao Distrito Federal. Assis aproveitou o lançamento para minimizar repercussão de entrevista dada pelo senador Roberto Rocha no dia anterior, que se queixou politicamente do prefeito. “Eu não me zango com a zanga do senador, pelo contrário, declaro aqui admiração e que devemos-lhe, o município e eu, inúmeros benefícios, além da Ceasa, o Panelódromo e o Shopping Popular. Vou sempre enaltecer as suas benfeitorias e a cidade o terá sempre como parceiro”- destacou.

Num breve discurso, o prefeito disse que presta contas das obras e ações da sua administração enumerando placas que se espalham pela cidade. “Contra os números publicamente documentados, não há argumentos. Os opositores esbravejam, criticam, saem procurando defeitos, mas não nos trazem alternativas e nem comparecem quando marcamos gols de placa como mais este aqui. Eles só aparecem e vibram quando algo dá errado, mas nunca se alegram com o que faz bem ao povo. Isso é doentio e espécie de sentimento perverso de mau agouro”- enfatizou.

Descontraído, o prefeito disse que um benefício de largo alcance, como tantos que estão enumerados em suas 400 placas, “são verdadeiramente gols de placa, que nem os do Gabigol. Eu desafio o adversário a provar que alguém fez tanto em tão pouco tempo, e a mim mesmo, a chegar às 600 placas, daqui até o fim do ano que vem”- assegurou.