GIL LOPES: O presidente de Câmara Municipal mais perseguido do MA

O que vem ocorrendo no município de Barra do Corda distante 430km da capital São Luís, é algo inédito na história do Maranhão.

Nunca se viu em todos os tempos, um vereador Presidente de Câmara Municipal nos 217 municípios sofrer tanta perseguição como é o caso de Gil Lopes em Barra do Corda.

Bastou apenas, romper , com o grupo do prefeito Erik Costa, para do nada surgir uma tempestuosa chuva de denúncias do MP perante o judiciário.

A perseguição é tão escancarada, que em menos de 25 dias, a justiça atendeu estranhamente três pedidos do promotor daquela cidade para bloquear os bens do presidente da Câmara, Gil Lopes.

Por outro lado, chama atenção também, que entre 2017 até agora, o Ministério Público protocolou na justiça 13 denúncias contra o prefeito Erik Costa, onde em todas, pede bloqueio de bens e seu afastamento do cargo. Em nenhuma delas, a justiça se convenceu até agora que Erik Costa é um perigo aos cofres públicos como aponta o Ministério Público.

Pelo visto, e como comentam aliados do prefeito pelas ruas da cidade, a pedra está cantada; Gil Lopes será afastado do cargo de vereador e presidente da Câmara através do Judiciário, e o prefeito Erik Costa gozará do seu mandato até 31 de dezembro de 2020.

A força tarefa se encontra montada para mostrar a Gil Lopes, que não ficará de graça seu rompimento contra o prefeito de Barra do Corda.

Os agentes da força tarefa só ainda não perceberam que o ‘tiro poderá sair pela culatra’.

O pau que tá sendo dado em Chico, não foi dado ainda em Fran Erik.

É como diz o Ministro Marco Aurélio do STF; “tempos estranhos na justiça”

Informações enquanto isso no Maranhão