Daniella Tema alerta sobre incidência de casos de câncer de mama no Maranhão e no Brasil

A deputada estadual Daniella Tema (DEM), subiu na tribuna em sessão plenária nesta terça-feira (08), na Assembleia Legislativa, para repercutir os dados divulgados pelos Instituto Nacional do Câncer a respeito dos números de casos de câncer de mama no Brasil e no Maranhão. Para a parlamentar, o acesso às campanhas e tratamentos, ainda é desigual no país.

“De acordo com o estudo do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o acesso a informação e as campanhas informativas são deficientes na região nordeste e norte do país, o que dificulta o diagnóstico precoce e consequentemente o tratamento. Por isso, o “Outubro Rosa” é um momento muito oportuno para chamarmos a atenção para o exame de mamografia, não só neste mês, mais em campanhas permanentes contra essa terrível doença”, alertou a deputada estadual.

O Brasil figura, em 2018, na segunda faixa mais alta de incidência de câncer de mama entre os todos os países com uma taxa de 62,9 casos por 100 mil mulheres (taxa padrão utilizada mundialmente). Os países são agrupados em cinco faixas.

Quanto à taxa de mortalidade de câncer de mama, o Brasil está situado na segunda faixa mais baixa com uma taxa de 13 por 100 mil, ao lado de países desenvolvidos como EUA, Canadá e Austrália, e melhor de que alguns deles, como a França e o Reino Unido.

“Apesar do Brasil ter diminuído as mortes por câncer de mama, ainda temos alta incidência de casos, só no Maranhão mais de oito mil casos devem surgir, segundo recente pesquisa do INCA. Não podemos baixar a guarda, é uma doença que precisa ser amplamente discutida e alertada, a prevenção pode salvar vidas”, finalizou a deputada Daniella Tema.