segunda-feira, janeiro 21, 2019

Briga no trânsito pode ter causado morte de motorista de Uber em São Luís

Maranhão Policial

Inicialmente, testemunhas haviam dito aos policiais que o motivo da morte do motorista de aplicativo “UBER” Edmilson Pimenta Azevedo, na noite de domingo (6), se tratava de um latrocínio (assalto seguido de morte).

Acontece que após ouvir testemunhas chaves, três dos quatros passageiros que estavam no UBER, o delegado George Marques, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), responsável pelo caso, tomou uma nova linha de investigação.

De acordo com os depoimentos o motivo do crime foi em decorrência de uma briga no trânsito, porém não está descartada outras possibilidades.

O delegado revelou que as três pessoas disseram em depoimento que iam para uma festa de pré-carnaval no bairro Madre Deus, mas no meio do caminho, houve uma discussão do motorista do carro com um motoqueiro, que terminou com tiros disparados pelo homem na moto.

“No trajeto, eles apontam que houve uma discussão com um motoqueiro, que teria ‘trancado’ o veículo em que eles estavam. Nesta discussão, o motorista teria xingado o motoqueiro, que sacou uma arma e efetuou uns disparos. O motorista continuou seguindo a trajetória e o motoqueiro manteve a perseguição e efetuou mais dois disparos”, disse o delegado sobre a história contada em depoimentos por três passageiros.

A polícia aguarda o último passageiro para concluir esta etapa de ouvir quem estava presente na hora do crime.

A Polícia Civil pediu informações para a empresa que administra o aplicativo UBER sobre a rota feita pelo motorista no dia do crime. Imagens de câmeras de residências, empresas e também públicas de videomonitoramento são aguardadas pelos investigadores para reforçar o trabalho previsto para ser concluído em 30 dias.

Manifestações

Nestas segunda e terça, motoristas de aplicativo se reuniram em diversos pontos de São Luís para protestar por conta da morte de Edmilson Azevedo. O corpo do motorista foi sepultado no cemitério do São Cristóvão, em São Luís, na tarde de segunda. Motoristas fizeram carreta e paradas no Calhau, Cohatrac, Camboa e Calhau, por exemplo.

Informações enquanto isso no Maranhão