Pedro Fernandes tem trajetória de coerência na Câmara

Maranhão Política

Com o registro de candidato a suplente de senador aprovado por unanimidade, o deputado federal avalia os intensos últimos anos de sua passagem por Brasília como parlamentar

 

Com cinco mandatos de deputado federal, Pedro Fernandes (PTB) marcou sua atuação pela coerência e transparência, nunca se envolvendo em qualquer tipo de irregularidade.

Na legislatura que se encerrar em fevereiro de 2019 – e que marca sua despedida da atuação como deputado – o agora candidato a suplente de senador na chapa de Eliziane Gama (PPS) – teve atuação marcante nos fatos que marcaram a história política do país.

Votou a favor de Dilma Rousseff (PT) porque acredita que ela não cometeu crime. Votou contra afastamento de Michel Temer (MDB) porque seria de só 6 meses.

– Entraria Rodrigo Maia, que tem as mesma acusações; entraria Eunicio que é pior do que o Temer. Aí Temer voltaria porque tinha se passado seis meses. Nenhum país aguenta isso – justificou.

Pedro Fernandes votou a favor da reforma trabalhista e desafia: “qual o direito que foi retirado? A reforma previdenciária da Presidente Dilma era mais rigorosa do que a do Temer, que também não foi votada”.

– Qualquer presidente eleito fará as reformas. Não viram o Lula, que fez a uma reforma da previdência e o Dutra dizia que não era esse governo que ele tinha eleito. Todos querem, crescimento, geração de emprego, menos desigualdades. Como fazer isso? Não se faz omelete sem quebrar ovos – afirma o candidato a suplente de senador, que teve o registro de sua candidatura homologado, por unanimidade na Justiça Eleitoral.

Pedro se prepara para uma espécie de aposentadoria da vida parlamentar.

Mas de prontidão para assumir o Senado – ao menos um período nos próximos oito anos – como já garantiu a titular, caso se eleja em outubro…

Fonte:Marco Aurélio D’Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *