Serviço de Inteligência prende acusado de executar ex-namorada em Imperatriz

Maranhão Policial

Assassino postou fotos e vídeo em grupos de Whatsapp para se gabar do crime

O serviço de Inteligência da Polícia Militar do Maranhão, prendeu na noite de hoje (7), na cidade de Imperatriz, Gabriel Weverton Fontes da Silva (19 anos) conhecido no mundo do crime pela alcunha de “Zé Maguim”, morador do bairro Bacurí.

Zé Maguim é o principal acusado pela morte de Ericka Silva, até então desaparecida desde o último dia 3, domingo.

A polícia chegou ao acusado após a divulgação de vídeo e fotos em rede social (whatsapp) onde Ericka aparece amarrada e sob pressão de pelo menos duas pessoas, e obrigada a defender o nome de uma facção, logo após a moça aparece no mesmo vídeo morta por decapitação [a cabeça fora do corpo].

Ericka Silva e o Zé Maguim mantiveram um relacionamento que durou cerca de 30 dias.

Segundo o repórter fotográfico Antônio Pinheiro, que divulgou a notícia da prisão do acusado com exclusividade em seu portal, a polícia elucidou o crime após ter acesso as fotos da execução de Erika, e evidencias que chegaram a Zé Maguim, que foi reconhecido por conta da tatuagem em uma das mãos. Nas imagens que seria às margens do Riacho Cacau, mostra uma cova rasa onde teria sido enterrado o corpo de Ericka Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *